Menu

Busca

20.7.16

Resenha | Eu Sem Você

Eu Sem Você
Recebido em parceria com a Editora Arqueiro

Eu Sem Você nos conta as histórias de Callum Roberts e Lilah MacDonald. Ele é um cara que nunca teve um relacionamento sério nos quase 40 anos de vida. Vive basicamente isolado de todos e principalmente de seus irmãos. Trabalha muito em uma agência de publicidade e não consegue tomar decisões sobre o próprio futuro. Ela é independente, advogada ambientalista e como você pode imaginar uma hippie “esquisita”. Nenhum dos dois pretendia ter um relacionamento sério e estavam bem com isso. Até que se conheceram. Quer dizer, até que Callum se apaixona – a segunda vista

Você deve ter lido isso que eu escrevi acima e pensado “Lá vem mais um clichê”. Eu também pensei, acredite em mim. O livro tem dois adultos, nada de jovens na flor da idade. Eles são adultos e sabem muito bem o que querem ou não pra vida deles. E é por isso que essa leitura foi tão maravilhosa. 

"O sonho só poderia dar certo abrindo mão da expectativa." - p.15


Eu Sem Você
Na narrativa em primeira pessoa intercalando Callum e os pensamentos escritos por Lilah em um diário você vai embarcar em uma história onde o amor é algo conhecido, mas não muito bem explorado pelos dois. Eles entram nesse romance como uma forma de se distrair de suas vidas de trabalho contínuo. Mas isso tudo cresce além disso.

"Às vezes, as coisas não estão bem e não há nada que você possa fazer a respeito." - p. 196

Eu Sem VocêEu Sem Você 
"Há o amor que forma os pilares de uma vida inteira e há o amor que forma as fundações de uma vida inteira." - p. 296

A autora deixa claro que Lilah esconde algo tanto de Callum quanto do próprio leitor e descobrir o que é chega a ser difícil. A escrita da Kelly é deliciosa, fluída. A reviravolta do livro é coerente com a história e pra mim o desenvolvimento tanto da história quanto dos personagens foi muito bom. 

A leitura é reflexiva já que nos mostra uma personagem que sabe e quer muito viver e que luta firmemente pelo que acredita. Ri com a leitura, mas também chorei bastante. Acho que a toalha que veio no kit que a Editora Arqueiro enviou serve pra duas coisas: encaixar com as cenas na praia do livro – inclusive a capa faz muito sentido viu! Pés descalços na praia... Lilah’s style – e pra secar as lágrimas durante a leitura haha. 

Eu recomendo muito a leitura. Então leia! 

"Acho que tudo tem um lado bom e um ruim. Tudo. Mesmo que, na época em que a maioria das coisas acontece na vida, pareça ser inteiramente bom ou inteiramente ruim." - p. 86

15.7.16

Resenha | A Caminho do Altar

A Caminho do Altar
Recebido em parceria com a Editora Arqueiro

Gregory Bridgerton não é como seus amigos, que não acreditam no amor. Mas com o seu histórico familiar não seria diferente, os pais se amavam, todos os sete irmãos se casaram por amor. E é por isso que ele tem absoluta certeza de que vai encontrar uma mulher para ele e vai reconhecê-la imediatamente. 

Em um evento na casa de sua cunhada Kate, ele avista Hermione Watson e tem a tal sensação de que é ela. O problema? Ela já está apaixonada por outro. Mas a sua fiel amiga Lucy, que está sempre com ela, concorda em ajudar o Sr. Bridgerton, já que a moça não gosta do outro pretendente de sua amiga. Nosso enredo é basicamente esse.

E eu paro por aqui para não dar muitos spoilers.

"Qual era o sentido de ter uma forte e fulminante atração imediata se não se podia fazer nada a respeito?" - p. 26

A Caminho do AltarA Caminho do Altar

O livro tem uma escrita muito fluídae eu ainda não li os outros livros da série, mas nada que eu não pretenda corrigir logo. A narrativa é feita na terceira pessoa, mas dá uma perspectiva muito boa dos sentimentos de cada um dos personagens. 

" - Gregory, acredite: assim é melhor.
- O fato de ela estar apaixonada por outra pessoa?
- Pare de ser tão dramático. Quis dizer que isso lhe dará tempo para ter certeza de seus sentimentos por ela." - p. 59

Lucy é uma amiga muito amável sempre disposta a ajudar qualquer um. - Definitivamente, minha personagem favorita. Extremamente leal. - Ainda mais quando o assunto é Hermione e quando ela vê o quão apaixonadamente Gregory olha para ela não vê outra situação a não ser ajudá-lo, o resto não importa. 

 "Que bom que eu já nem tento mais ser sutil. Descobri que a maioria dos homens não percebe nada que não esteja bem claro." - p.198
A história tem inúmeras reviravoltas, uma delas eu captei rapidamente, mas se você, ao longo da leitura também tiver essa mesma sensação, continue. E não se preocupe, porque a narrativa vai te surpreender mesmo assim. E muito viu. 

Como esse foi meu primeiro contato com a Julia Quinn me surpreendi e apesar de ser o oitavo livro da série Os Bridgertons, não me senti perdida ou coisa do tipo. Provavelmente eu peguei spoilers dos outros livros, mas tudo bem. Assim que eu ler os outros venho falar o que achei!


"O amor existia. Estava bem ali, no ar, no vento, na água. Só era preciso esperá-lo. Cuidar dele. Lutar por ele." - p. 259


11.7.16

Os 7 Favoritos de FRIENDS



I'll be there for you 'cause you're there for me too.

Obviamente você deve conhecer essa música. Ou pelo menos ter uma ideia de qual seriado ela seja, certo? Hoje o post é sobre F.R.I.E.N.D.S! Eu demorei um pouco pra assistir a série? Talvez, tipo uns 20 anos, mas quando eu dei pra assistir, em questão de uns dois meses - ou menos - eu já tinha terminado as dez temporadas. 

Trouxe pra vocês os meus 7 episódios favoritos da série. Eles não estão numa ordem de favoritismo, só pra vocês saberem. AH! e não reclamem de spoiler nesse post gente, sério haha.



The One Where Ross Finds Out - 02X07

Nesse episódio o meu queridinho - SIM! Ele e o Chandler são meus personagens favoritos e se você não gosta do Ross GET OUT OF MY PLANET! hahaRoss tem uma grande surpresa quando acaba escutando uma mensagem na sua secretária eletrônica de Rachel  dizendo que "o superou". Nisso ele fica entre Julie (a namorada que encontrou no meio do Japão aparentemente - aff) e ela. Definitivamente as melhores cenas são ele escutando a tal mensagem e o final. AH O FINAL!



 The One With The Prom Video- 02x14

Esse episódio é maravilhoso em vários aspectos. A gente vê um pouco do passado gordinho da Monica, o nariz enorme da Rachel, o bigode do Ross porque eles encontram um vídeo do dia da formatura delas e nisso confirmamos que o amor do Ross pela Rachel é BEM antigo. E concluímos que lagostas são muito românticas. Thanks, Phoebe.




 The One With The Jellyfish - 04x01
  
A Phoebe foi atrás de alguém que saberia sobre seus pais e leva todo mundo, obviamente. E mais uma vez o Ross fica num impasse entre duas garotas. Também tem a queimadura da Monica na praia e uma solução nada agradável pro Joey e Chandler. E aquela conhecida frase WE WERE ON A BREAK!




The One With The Embryos - 04x12

Phoebe acabou de sair da clínica de fertilização pra ter o filho do irmão dela - longa história. Monica sempre competitiva acaba colocando Rachel num jogo com Joey e Chandler pra descobrir quem sabe mais sobre quem. E aqui a gente nota que ninguém sabe no que o Chandler trabalha.

The One With All The Candy - 07x09
Monica decide fazer doces para "conhecer os vizinhos", as pessoas gostam tanto que não param de perturbar. Ross decide fazer uma surpresa quando descobre que Phoebe nunca teve uma bicicleta e agora ela precisa aprender a andar em uma. 


The One With The Truth About London - 07x16

Chandler descobre quem Monica estava realmente procurando em Londres. Joey é "ordenado" pra fazer o casamento deles e Ross fica chateado porque Rachel ensinou algumas pegadinhas pra Ben.

                               


 The One With Ross' Inappropriate Song - 09x07

Ross faz a Emma rir cantando Baby Got Back - uma música que fala sobre bundas, pois é.  Também tem o jantar da Phoebe com os pais do Mike (<3) onde eles tentam o convencer a namorar outra pessoa. 


Enfim, esses são meus sete episódios favoritos. Talvez tenham mais? Sim, mas deixa pra uma próxima. Se você ainda não assistiu a série, faça isso. Se já, assista de novo. Nunca é demais.  
 
8.7.16

Resenha | O Retorno de Padawan

O Retorno de Padawan
Recebido em parceria com a Editora Aleph


Olá! A resenha de hoje é da segunda parte da história de Roan Novachez na Academia Jedi. Se você não conhece, vem aqui na resenha do primeiro!

Mais um ano escolar para Roan Novachez, em teoria era pra esse ser um ano mais fácil, já que é o segundo. Mas na verdade, Roan – na linguagem popular – está na merda. Sério! 

Por algum motivo Pasha e Gaiana acabam se distanciando de Roan depois das férias. Nesse semestre ele finalmente vai ter a matéria que tanto desejava – aulas de pilotagem -, mas aparentemente o professor o odeia e sempre dá um jeito de baixar suas notas. Cronah e Cyrus estão piores do que nunca. Enfim, a situação tá bem ruim.

"Aprender com o passado um Padawan deve. Ou os mesmos erros no futuro ele cometerá!" - Yoda, p. 52

O Retorno de PadawanO Retorno de Padawan
A história continua muito legal e bem desenvolvida pelo autor. Nesse temos mais sobre amizade, como manter, como perder. No final você vê até um conceito de “moral” sabe? Tipo aquelas historinhas que a gente ouvia quando criança que nos ensinava algo. O Jeffrey Brown conseguiu sutilmente falar sobre "o lado negro da Força" nesse livro, o que foi muito divertido.

É uma leitura bem rapidinha e eu continuo achando tão genial a ideia de um menino em uma Academia Jedi escrevendo um diário em forma de quadrinhos. É uma ótima leitura e eu recomendo!