29.3.14

[Resenha] O Substituto - Brenna Yovanoff

29.3.14

Sim, o blog vai passar a ter resenhas (não tem dia de post certo, depende do meu ritmo de leitura).
 Eu costumava postar as resenhas no Teoremas de Ana, mas cuidar de dois blogs é muito complicado, então é aqui mesmo! A "primeira" resenha no Bela Psicose é do livro O Substituto, que me convenceu pela capa; me deixou uma incógnita, então decidi ler! 
Título: O Substituto
Autores: Brenna Yovanoff
Páginas: 336
Editora: Bertrand Brasil
Classificação: 5/5
 Sinopse: Mackie não é um de nós. Ele vive na pequena cidade de Gentry, mas vem de um mundo de túneis e águas escuras e lamacentas, um mundo de garotas-cadáver governado por uma pequena princesa tatuada. Ele é um Substituto — deixado no berço de um bebê humano há dezesseis anos. Agora, devido a uma alergia fatal a ferro, sangue e solo consagrado, Mackie está morrendo aos poucos no mundo dos homens. Mackie daria qualquer coisa para viver entre nós. Tudo o que ele deseja é tocar baixo e descobrir mais sobre uma garota estranhamente fascinante chamada Tate. Mas quando a irmãzinha de Tate desaparece, Mackie é irreversivelmente arrastado para o submundo de Gentry, conhecido como Caos.


Já imaginou um livro que é meio assustador mas ao mesmo tempo fofo? Para ler a resenha clique no "Leia Mais"


Mackie é um bebê diferente, ele é deixado no berço de um neném humano sendo assim um substituto. É claro que ele não parece um monstro cheio de pelos e tal, mas ele é muito branco, tem alergia à ferro, não pode sentir cheiro de sangue que vomita e não pode pisar em solos sagrados. Sua mãe, pai e irmã sabem que ele não é normal. Assim que o verdadeiro Mackie nasceu, a mãe dele cobriu o berço do filho com metais para afastar os seres de águas escuras, mas nem isso os impediu, ele foi substituído.


Mackie é um garoto tímido, com 16 anos, tem seus amigos e gosta da garota popular da escola. Mora em Gentry que abriga seres sobrenaturais em seus esgotos que de tempos em tempos fazem sacrifícios como um acordo para manter a cidade do jeito que ela é. Sempre que algum bebê é substituído em Gentry, moradores aceitam calados, pois nada podem fazer para parar esse ritual macabro que acontece há anos.



Os bebês-cadáver morrem depois de alguns dias da substituição, porém Mackie conseguiu viver graças ao amor de sua mãe e irmã. Não pense que a vida dele é fácil por ter essa condição-nada-normal. 



O pai do menino é pastor da igreja e por não poder entrar em solos consagrados é meio estranho para o resto da cidade não ver o filho do pastor na igreja e afins.  Mackie está ficando fraco, morrendo pra falar a verdade e as únicas pessoas capazes de ajudá-lo são as garotas-cadáver que moram no subterrâneo de Gentry, para conseguir o remédio deve ir até a Casa do Caos e isso não vai sair barato para ele.



A história tem leitura rápida, pois ela é envolvente, te prende do início ao fim. Você sempre quer mais e mais. Cheia de cheiro de ferro, objetos cortantes e o bom e velho sangue. Dei cinco estrelas para o livro porque os personagens me cativaram principalmente Mackie e Tate, a menina popular que também 'perde' sua irmã (isso vocês realmente precisam saber, então leiam o livro!) e que é a paixão do menino-cadáver. 

- Por que é importante deixar as pessoas felizes?
Elas nos amam com mais facilidade quando estão felizes.
Continue sorrindo de qualquer jeito, porque isso faz com que as coisas se tornem muito mais fáceis.

Sei que a resenha não tá uma das melhores, mas o livro merece um espaço nos nossos corações e leituras!








Um comentário:

  1. Eu amei, amei, amei esse livro. Sério, achei muito bem escrito, me apaixonei pelo toque sombrio da história!

    Adorei sua resenha, beijos!

    bruxinhaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©