12.8.14

Sobre quando a vida NÃO imita a arte

12.8.14

          A morte do Robin Williams me fez pensar muito. Não; eu não era fã dele, mas sempre vi seus filmes e ele nos fazia rir certo? Ironicamente, ele não era feliz.
           A vida dele sempre foi cercada de comentários negativos vindo de críticos ou dele mesmo sobre algo, alguém. Só que, as pessoas sempre riam com ele… Mas percebam como ele morreu: suicídio, enforcamento. Ele sentia que a vida era tão "inútil" que acabou ele mesmo com isso. O cara que nos fez rir, não estava sorrindo nos seus últimos momentos. Me pergunto, como a vida pode ser tão estranha?
          Ficar tentando ignorar esse tipo de notícias/situação não vai adiantar de nada, pelo menos na minha concepção. As pessoas sofrem, mas muitas vezes quem está ao redor não percebe porque essa tal tá sempre fazendo piadas, sorrindo, "sendo feliz" e aí os "mais" próximos dizem: "Não, ele tá bem, distribuindo sorrisos." Então, com essa morte trágica de um comediante, deveríamos analisar: Será mesmo que todo mundo é tão feliz quanto parece? E quando a vida não imita a arte? E se nós escondemos o que realmente sentimos e literalmente colocamos a máscara da alegria no rosto?
 
Viver . Viver será uma grande e terrível aventura. 



4 comentários:

  1. Ana, antes de qualquer coisa, não devemos confundir a imagem que nos é vendida de um artista com o que a pessoa realmente é. Existem vários motivos que podem levar uma pessoa a suicidar-se, e um deles é a depressão.
    Mas independentemente de qualquer coisa, o que você escreveu é bem verdadeiro. Se temos um problema e não o compartilhamos com ninguém, ficamos presos na armadilha do nosso próprio cérebro - nossos medos infundados, nossa imaginação fantasiosa, inúmeras coisas. É importante termos alguém em quem confiamos e com quem possamos trocar ideias. Já reparou que continuamos a viver num mundo calcado em aparências? A sociedade em que vivemos não conseguiu evoluir muito nesse sentido. Se antes faziam isso contando vantagem em rodas sociais, agora fazemos nas mídias sociais. Repare bem.
    Em minha opinião, o melhor que podemos fazer é nos cercar de boas pessoas nas quais confiamos e com as quais podemos contar. E tentar sempre ser a melhor versão de nós mesmos.
    Um abraço, Ana. Seu blog é lindo, você tem um extremo bom gosto visual, e escreve bem. Consegue expor uma reflexão profunda de uma forma bem clara. Voltarei aqui mais vezes.
    E te convido a conhecer o meu blog, o Literasutra (www.literasutra.com)

    ResponderExcluir
  2. Eu sei que a mídia não mostra a pessoa de verdade e quis mostrar isso, obrigada pela visita :)

    ResponderExcluir
  3. uma grande perda pro entretenimento, o cara fez historia. Te convido a conhecer o meu blog. Se gostar me dá uma forcinha seguindo, ctz retribuirei o carinho!
    www.makeolatras.blogspot.com.br
    Bjsss =]

    ResponderExcluir
  4. O cara morrer de suícidio, de forma tão desesperadora como foi relatado nos jornais, foi a ironia do ano.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©