31.10.14

[Resenha] Se Eu Ficar

31.10.14
           
        E aí! Nova resenha no Bela Psicose. Dessa vez do livro Se Eu Ficar (muitos feels aqui). O livros faz parte de uma duologia. Mas por enquanto, farei a resenha só desse.
       
Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.
        
         Então, pela sinopse vocês sacaram que o livro é bem forte né? Mia sofre esse acidente de carro e acaba perdendo os pais + um plus que partiu o meu coração em pequenos pedaços. Enfim, ela é a filha prodígio de pais que eram rockeiros (sim, e tem uma filha que toca violoncelo).
         Em um dia que a escola fecha por motivos de muita neve na pista, Mia e seu irmão Teddy ficam sem aula e o pai (Danny) deles que é professor, não dá aula também. A mãe Kat dá um jeito e consegue folga. Eles decidem ir até a casa dos amigos da família. No caminho, enquanto Mia escuta a Sonata de Beethoven que deveria estar ensaiando, um forte impacto acontece e a única coisa que ela ouve é a música.


      O grande problema é quando "Mia" sai do carro e começa a gritar pela família e a ficha do que aconteceu cai. Todos estão mortos? Ela está está morta? Por que ela tá vendo tudo aquilo acontecer, mas ninguém a vê? São as perguntas que começam a rondar a mente da garota. Ela é levada a UTI com urgência já que está na escala 8 do coma. Uma das dúvidas é sanada, ela não está morta, mas... como ela pode está ali vendo tudo e ao mesmo tempo em coma?
       Mia narra o livro entre o passado e o presente. Nos flashs do passado, mostra sua relação com Adam e Kim (namorado e amiga, respectivamente). Kim ela conheceu na escola, mas elas eram inimigas a ponto de pararem na diretoria por brigarem de tapas e socos. Mas depois daquilo, perceberam que na verdade eram bem parecidas. Elas começaram então a dividir tudo e todos em grupos distintos (ex. amigas x inimigas; popular x não popular). Com Adam foi diferente, ele é rockeiro e os dois faziam a aula de música (extracurricular) porém em horários separados, até que um dia, ele a observara tocar. Ela se sente insegura na relação por eles serem tão diferentes, e isso te deixa aflito durante a leitura do livro. Mas, Adam faz de tudo pra ela não se sentir assim.


     Adam só descobre que Mia está no hospital por meio de Kim e com a leitura você vai perceber que isso foi um gesto de amor pela Mia. Eles não se bicam muito. E Adam estava prestes a fazer um show, ele largou tudo pra ir atrás do seu amor. No hospital, ele encontra os avós de Mia. E algumas barreiras até chegar realmente ao encontro dela. Várias pessoas ao longo da narrativa tentam convencer Mia de ficar, resistir e lutar e voltar apesar das tristezas que ela teria. Alguns, como o avô dela diz que se ela quiser ela pode ir, desistir. Ela não precisa ficar pra sofrer. Adam é um dos pontos importantes nessa fase.
     Finalmente, Adam consegue vê-la, ela não se parece com ela devido aos machucados, porém, o encontro deles tem que ser rápido e ele diz um "eu te amo" e promete voltar. Mia fica dias sem ver Adam, achando que ele simplesmente desistiu dela. Só que ela ainda tem esperanças. Vai se despedir dele e desistir, vai morrer e acabar com o sofrimento da família e o dela. A demora para Adam voltar a deixa aflita, mas ela ainda o espera. Adam aparece, com um iPod com a música de Yo-Yo Ma, um violoncelista que ela ama. Ele aperta o play e segura sua mão. A vida de Mia começa a passar como um filme em sua cabeça ao longo da música, e ela sente. Ela sente quão forte é o amor de Adam a ponto de lhe fazer uma promessa antes da música começar. Ela sente o que ela deveria fazer.


        A leitura é rápida, tipo MUITO rápida. A narrativa é na primeira pessoa e como já citei feita pela Mia. Tudo é pelo seu ponto de vista. Os capítulos são iniciados da forma como a foto acima mostra. Não são numerados e sim divididos em horas. Pra separar passado e presente a autora resolveu colocar uma clave de sol <3. O personagem do Adam COM CERTEZA foi o meu favorito, fiquei muito feliz de termos o segundo livro narrado por ele. (amor total) Mia é a típica garota de 17 anos, insegura, com picos de humor, mas mesmo assim muito madura pra idade. Adam é mais velho, ele já está se formando no High School quando conhece Mia. Um príncipe do século XXI. 

"Por favor, Mia. — implora. — Não me faça escrever uma música."


E é isso. Se vocês quiserem a resenha do Para Onde Ela Foi, digam nos comentários. (sim, eu já li). 

15 comentários:

  1. Oi!
    Achei seu blog super "por acaso" e eu realmente pirei no layout dele, muito lindo mesmo! *-*
    Enfim, eu não li o livro, mas estava morrendo de vontade de ver o filme só porque uma amiga disse que "quase morreu de tanto chorar", hahah Pior que da forma como você contou sobre a história me deu vontade de chorar só lendo a sua resenha! hahah
    Li alguns outros textos daqui e adorei a forma como você escreve!...Ainda estou apaixonada pelo layout hahaha

    http://www.ohmyfeels.com

    ResponderExcluir
  2. UAU, que resenha! Me deu super vontade de ler! Já vou colocar na minha lista de leitura, e sim, por favor, faça resenha do próximo!

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Já li o livro e gostei muito, mas esperava mais dele, por as pessoas estarem falando muito, achei que ia ser melhor, mas mesmo assim estou ansiosa para o próximo livro que já foi lançado, mas não tive a oportunidade de comprar.
    Beijos :)
    http://leit0res.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O segundo livro é bem melhor que esse, isso eu posso confessar. Rsrs

      Excluir
  4. Adorei o blog, inclusive o nome e to seguindo.
    Eu quero ler, vi o filme e fiquei furiosa com o final mas depois que descobri que tem mais um livro me aliviei um pouco.
    rebeldiaemv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Boa dica de leitura, quero ler este livro. Adorei conhecer seu blog.
    Sucessos mil. Bjs
    http://www.penteadeiradasloucas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Assisti o filme e me apaixonei, já tava com uma vontadezinh de ler o livro, depois dessa resenha então... Aaah eu quero!
    Mas tenho uma lista quilometrica antes :/ hahah
    Adorei o post!
    Beijos,
    A Menina da Janela

    ResponderExcluir
  7. Estou louca para ler o livro e ver o filme!
    http://toobege.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li >.< mas assisti o filme e adorei =D

    ResponderExcluir
  9. Eu já li esse livro e gostei muito dele , fala de amor , amizade e principalmente escolhas ... Gostei da sua resenha , você foi bem direta :)
    Ainda quero ver o filme pra saber se eles foram realmente fieis a história do livro (sou um pouco crítica quanto a isso kkk)...

    Abraços
    Ana Carolina Lopes

    ResponderExcluir
  10. Eu tô doida para ler esse livro e conhecer cada pedacinho da vida da Mia, saber mais sobre a relação dela com Adam... sua resenha só me deu mais vontade de ler o livro. :)

    ResponderExcluir
  11. Eu já li e mexeu muito comigo. A parte que ela enxerga ao próprio corpo de baixo do carro me arrepiou os braços. Me fez pensar que temos que aproveitar a vida pq pra morrer basta estar vivo.
    Eu encontrei seu blog no grupo "Coisas de blogueira" e simplesmente adorei aqui, o layoyt é lindo de viver.
    (www.criativisa.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©