24.12.14

É Natal É Natal...

24.12.14

Já era quase meia-noite, todos estavam reunidos. Era hora de trocar os presentes. O avô começou, era o patriarca da família. 

- Todos vocês, reunidos aqui... É tão bom. Essa união que essa época traz de volta à esses lares do novo século que não se vêem mais. - A família ri nesse momento, ele continua - É engraçado, a gente espera tanto esse tempo pra se juntar e festejar, sendo que podíamos fazer em qualquer dia do ano. Mas eu vou parar de dar broncas! - De novo a família ri.

Depois vem a mãe, que como cristã, começa a citar um versículo* durante a troca de presentes e começa a falar depois: - Estamos aqui festejando a vida, certo? A vida de Quem nasceu pra nos salvar. E claro, o Natal representa isso, o novo. O melhor que está por vir. O Natal é a esperança que revive. Temos que manter isso vivo durante todo o ano que está chegando! Vamos amar mais. Que troquemos presentes, mas troquemos também afeto! 

Depois vem o filho dela, no seus poucos 9 anos de idade.

- Minha mãe mandou eu vir aqui dizer o que é o Natal pra mim - todos riem e a mãe fica envergonhada - Então, Natal pra mim é escrever minha cartinha pro Papai Noel e deixar na árvore pra eu ganhar meu presente! Natal é comer as coisas gostosas que a vovó e a mamãe fazem. É ver a tia apertando a bochecha dos meus primos e eu tentando fugir dela. É ouvir a mamãe falando sobre o menino Jesus. E claro! Brincar com meus primos, correr até de madrugada. Natal é brincar! 

Todos começaram a aplaudir o menino. 

É meia noite, finalmente! Essa é a hora dos abraços, das felicitações, do empurra pra lá e pra cá pra todos receberem o carinho um dos outros! 

É NATAL!

*

O Natal tem suas variadas definições, pro avô, pra mãe, pra criança... E sim, existe a ligação entre todas: Natal é amor. É juntar o que foi separado durante o ano, nem que seja só por aquela noite. Natal é união, brincadeiras, celebração. Ele nasceu! Natal é a troca, não só de presentes, mas de todo sentimento bom que há!

Eu desejo a todos os leitores do Bela Psicose, um bom Natal. Que ele seja farto não só em comida, mas em amor! Troquem os presentes, comam, mas se vocês tiverem esse costume, assim como eu, lembrem-se do Dono da festa!



*E aconteceu que um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor resplandeceu ao redor deles; e ficaram aterrorizados. Mas o anjo lhes disse: "Não tenham medo. Estou trazendo boas-novas de grande alegria para vocês, que são para todo o povo: Hoje, na cidade de Davi, nasceu o Salvador, que é Cristo, o Senhor. Isto servirá de sinal para vocês: encontrarão o bebê envolto em panos e deitado numa manjedoura". - Lucas 2:9-12

9 comentários:

  1. Olá!

    Eu simplesmente amei e estou emocionado com essa crônica! A definição de Natal foi perfeita, de verdade. Estou emocionado e sem palavras. Bom saber que ainda hoje algumas pessoas não reclamam desse dia, comemoram, ao invés de falarem que odeiam essa data.

    Beijos,
    Luiz Henrique (Luke)
    instanteliteral.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é um momento com um significado tão bonito, mas sei lá, ninguém mais dá valor.

      Excluir
  2. Eu comecei lendo e cantando "Então é natal..." Enfim, lindas palavras, as vezes, o natal pode ser apenas uma data comercial, para algumas pessoas, mas na verdade, devia ser para reflexão.

    Tô seguindo o blog! Vem conferir o meu também, se poder. Sobrelentes.blogspot

    ResponderExcluir
  3. Vim aqui, porque eu tô amando suas escrituras *-* Acho-as muito autênticas, de verdade.
    Quando eu era criança, era sempre incrível essa época (ainda mais que faço aniver perto de Natal, haha), mas agora não tem mais graça. Pra mim, é só mais um dia comum. Como eu não moro mais com a família da minha mãe (que é enoooorme), eu, minha mãe e meu irmão passamos cada Natal numa casa diferente, dependendo de quem convida a gente (geralmente, amigas da minha mãe).
    Adorei o seu conto, pelo fato de dizer que "a gente espera tanto esse tempo pra se juntar e festejar, sendo que podíamos fazer em qualquer dia do ano". Super concordo. Acho que é por isso que não ligo muito para o Natal. Antigamente, a minha família se reunia todos os dias, a casa da minha avó tava sempre cheia, e, agora, só tem três aqui em casa, daí se transforma num dia qualquer, sem qualquer ânimo especial.
    Enfim, obrigada pelo texto :D Como sempre, adoro vir aqui! <3

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eba! Fico feliz que gostou, volte sempre rs :D

      Excluir
  4. ... Menina fiquei lendo teu texto e imaginando a cena acontecendo!!! Amo esses textos assim, feitos com tamanha qualidade que dão ao leitor a possibilidade de viajar na leitura!!!! Parabéns pelo NATAL... Com certeza ele foi lindo!!!

    ResponderExcluir
  5. Adoro seus textos! E você resumiu bem o Natal: Apesar de cada pessoa ter visões diferentes, estão unidos pelo mesmo propósito. Parabéns!

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©