6.1.15

Resenha | A Desconstrução de Mara Dyer

6.1.15




Olá você! Resenha nova pro cês :) Lembram da trilogia do post de favoritos? Vim falar de Mara Dyer pra vocês, meus queridos. A insanidade deve ser compartilhada. 

Mara está numa "festa do pijama" com Rachel e Claire . Elas estão usando uma tábua ouija (só podia ser presente da Claire, detalhe). O problema começa quando a Rachel pergunta como ela vai morrer, e adivinha?

Como está na sinopse, Mara vai com os amigos dela (Claire, Rachel e Jude) para um manicômio abandonado onde é registrada atividade paranormal, eles vão lá pra saber se é verdade ou não. Mara não gosta muito disso que mexe com além, mas a Rachel que no caso é a melhor amiga dela pede muito. Eles vão. Acontece um pequeno evento ocasionado pelo Jude (que é um filho da mãe) e tudo desaba.

A Desconstrução de Mara Dyer

Mara acorda no hospital sem lembrar de absolutamente nada. O que aconteceu com sua amiga? Como o prédio desabou? Porque eles estavam lá? A psiquiatra afirma que essa amnésia foi uma forma da mente dela se acostumar com a situação, será? São as perguntas que rodam a sua cabeça. 

Depois de sair do hospital, sua mãe - que é extremamente protetora - o que a irrita - que é também psicóloga, decide se mudar para Miami por achar que ficar na cidade onde tudo aconteceu vai causar mais problemas (a mãe acha que ela tá completamente louca) psicológicos em Mara.

A Desconstrução de Mara Dyer

Eles se mudam e a menina precisa se adaptar a nova vida e a nova escola, onde ninguém a conhece e ela não conhece ninguém. Mara não é o tipo super simpática que faz amizade com todos #complicado. Na nova escola, ela conhece Jamie, um rapaz um tanto peculiar que vira seu amigo. E Noah... Ah Noah... 

O problema é que nem ali os fantasmas dos amigos vão abandonar Mara, será que ela ficou louca? Será que ela vai deduzir o que aconteceu no tal sanatório? O que aconteceu com ela?

A Desconstrução de Mara Dyer

A diagramação é bem simples. A Galera fez um trabalho muito meticuloso com o título, capa e o geral. Tudo é igual ao livro estrangeiro (menos a versão Hardback </3). O título original é "The Unbecoming of Mara Dyer". Acho que a simplicidade do livro é pra surpreender o leitor em relação a grandiosidade da história! 

A Desconstrução de Mara Dyer


O livro se inicia com essa carta da Mara. E gente! Depois de ler toda a trilogia, TUDO FAZ SENTIDO!

O livro é narrado em primeira pessoa pela própria Mara e isso é meio complicado porque em alguns pontos, nós não sabemos se podemos confiar naquela narrativa. O que faz tudo mais interessante, diga-se de passagem! Com certeza, meus personagens favoritos são o Noah, Daniel (irmão da Mara), Jamie e Mara nessa ordem. Às vezes eu não curtia a Mara por um simples motivo: a falta de confiança dela. Detalhe: a narrativa é tão boa e a escrita tão fluída que você se sente a própria Mara - o que não é sempre bom, mas...


Como vocês sabem, o livro é favoritado por motivos óbvios! Entre na insanidade de Mara Dyer comigo! <3


"Às vezes, a mente encontra um meio de nos proteger das coisas até estamos prontas para lidar com elas."


13 comentários:

  1. Pelo que eu entendi, esse é um livro sobre a loucura da Mara, ou estou errada? Esse tema é interessante e tem potencial para ser bem desenvolvido. Mas o que mais me chamou a atenção foi a capa e o título, que coisa curiosa!

    Leitores Forever

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, acontece isso do desabamento e ela simplesmente começa a descobrir o verdadeiro problema dela. <3

      Excluir
  2. Parece ser um bom livro. É impressão minha ou tem um tom sobrenatural? Se sim, vai pra minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ana! :D

    O título me deixei bastante curiosa, mas a história em si me deixou meio confusa e achei-a um pouco nonsense. Acho que eu não leria. Mas gostei bastante da sua resenha! Só não entendi uma coisa: esse é o primeiro livro da trilogia?

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ele é o primeiro da trilogia e a sinopse ACABA com o clima da história. A minha resenha foi bem segurada pra não dar spoilers. Dá uma chance!

      Excluir
  4. O livro parece ser muito bom, eu adorei a capa e o nome.
    Eu amei o design do blog, lindo. Irei visitar mais vezes. Já vi que você curte fotografia, eu estou querendo criar um projeto 5 on 5, estou a procura de 5 blogueiras para iniciar o projeto em fevereiro. Caso queira participar, entre em contato.

    Beijos, http://ultimooutono.blogspot.com.br/ ;)

    ResponderExcluir
  5. A Você me convenceu de vez, querooooo esseeeeee Livro deixa eu conhecer a maluquice dela!!!
    Até porque de maluco todo mundo tem um pouco! hahaha ^^
    Vou admitir uma coisa as capas dessa série são perfeitas, me causam medo! O.o
    Enfim, acho que notou que eu adorei a resenha né!? Se não, to dizendo eu ameeeei a sua resenha! Fiquei muito curiosa! :D

    Beijocas e até logo! :D :D
    http://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Venho cobiçando esse livro já tem um tempo. Nossa, saber que ele é narrado em primeira pessoa, fez com que eu ficasse ainda mais curiosa. Gosto de personagens que todos pensam que são loucos (não me pergunte o motivo).
    Essa capa é a perfeição, gente. Amei muito, não vejo a hora de tê-lo aqui, na minha estante.

    http://eueminhacultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Uma coisa que gostaria de deixar expressa (já que você citou, rs) é: eu ODEIO a maioria das sinopses de livro. Sério. Principalmente no Skoob! Parece que o pessoal não entende a diferença entre isso e resumo!

    O livro faz bem o meu estilo (embora tenha esse quê adolescente que me deixa com um pé atrás): simplesmente sou fascinada por romances psicológicos! E ele também me lembrou bastante o "Descanse em paz, meu amor" do Pedro Bandeira (só que um pouquinho mais macabro).

    O que vi na sua resenha: um pouco da história + personagens + a edição + CRÍTICA!!! Adorei ver como você analisa as coisas de uma forma tão sucinta e natural. Meus parabéns!

    Um grande abraço! Ótimas leituras,

    Ana Carolina Nonato
    Blog Seis Milênios
    http://seismilenios.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oii, tudo bem?
    Sempre vejo esse livro nas livrarias, mas nunca parei para ler nem a sinopse...
    Parece ser um livro bem interessante e a narrativa ser bem fluida é um atrativo a mais...
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Tenho um amigo que leu esse livro e não gostou. Confesso que não é o meu tipo de leitura, embora a capa dele já tenha me chamado a atenção várias vezes. Acho que não conseguiria ler por medo, e por achar que a narrativa deve ser obscura demais, mas gostei da sua resenha. Parabéns!

    laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  10. Histórias com personagens que narram, são bem complicadas mesmo, não tem como saber se podemos confiar integramente na narrativa, pois a personagem ou o personagem pode muito bem querer enganar o leitor, afinal, ele só passa o próprio ponto de vista.

    Estou um pouco com vontade de ler esse livro, ouvi tantas críticas boas, além das capas serem um pouquinhos macabras, uma coisa que me chama bastante atenção!

    Beijos, www.setecoisas.com

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©