5.3.15

Crônica da Dor

5.3.15



      
    Uma caneca de café, um clima chuvoso e meu caderno de anotações em um lugar quente e confortável parecem formar um cenário bom, mas não se engane. Às vezes a única parte boa da escrita é seu cenário. 

      O que me movia a escrever naquele dia não eram os sentimentos bons como na maioria das vezes. Nesse caso eu escrevia sobre a dor. Dores que chegam sem nenhum tipo de aviso. Dessas que te assustam quando chegam. Você perde o chão e tem que aprender a voar. 
      E essa é a forma que o escritor acha para superar e suportar a dor: poetizá-la. E depois, os outros vão lê-la e achar tão melódico, tão harmonioso, tudo tão lindo sem nem imaginar que a musa inspiradora foi a dor. Chega a ser irônico. Escrevemos o sofrer e o leitor se maravilha. Essa é a arte de escrever. Transformar a agonia da dor em poesia. 

Nessa situação o que eu tenho a oferecer é a tristeza para que a metamorfose aconteça e se torne deleite a quem a lê.

24 comentários:

  1. Texto curto e lindo :D Parabéns Ana! Beijos

    http://chuvadejujubas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ana sua crônica se resume em uma palavra "perfeição". :) Pode parecer contraditório (irônico?) mas sim a uma beleza poética na dor que eu não consigo explicar, é incrível como ela dá vida as palavras e nos dá tanta inspiração! As vezes escrevemos em meio as lágrimas, o coração sangrando, e as palavras roubam um pouco de nossa dor para si, e passam a tocar os corações daqueles que as leem e tem a sensibilidade de serem tocados pela magia poética das palavras! Linda crônica!

    Bjs

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindo e eu me identifiquei super com ele... Esses dias o que eu andei escrevendo foi realmente sobre a dor... Meu último texto no blog foi justamente um desabafo de estar cansada de sofrer, pois é. Escrevemos para desabafarmos e tentar achar alguém que nos compreenda naquele momento... Parabéns pelo texto e admiro sua escrita <3
    Beijos ;*
    http://ladystronger.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, você escreve muito bem, adorei. Acho incrível como algumas pessoas podem criar, a partir da dor, um texto maravilhoso que irá tocar várias pessoas do seu jeitinho individual, isso é muito bom! Parabéns pelo post.

    Beijosss
    Poison Books

    ResponderExcluir
  5. Adoro seus textos e já deixei isso absolutamente claro! Continue sempre escrevendo em!
    cheireiumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Lindas palavras!!!!
    Me passou o sentimento que estou no monento

    ResponderExcluir
  7. Adorei. Quando estou aflita, triste ou algo do tipo, vou escrever, qualquer coisa, mas na maioria das vezes, nasce poesias.
    http://poesianaalmaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Mesmo a dor consegue ser poética, e você provou isso. Parabéns!
    Bjs, Rose.
    Fábrica dos Convites

    ResponderExcluir
  9. Oii, tudo bem?
    Houve um tempo que eu escrevia bastante, perdi todos os cadernos, mas enfim, quem me inspirava nesses momentos era a tal da dor...adorei seu texto, vc escreve muito bem!
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? Adorei o texto, pude sentir o momento em que foi escrito! Você está de parabéns!

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá
    Poxa, que lindo o texto, muito bem escrito, adorei.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Lindo texto, curto e objetivo, belas palavras.
    http://letrasemvida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. " E essa é a forma que o escritor acha para superar e suportar a dor: poetizá-la. "

    Salvei como um dos meus favoritos.
    Demais, demais, demais.

    Nunca escrevo sobre felicidade. Tenho um caderno inclusive que não consigo escrever sobre coisas boas, já que tanto sofri olhando para sua capa, suas linhas. É assim. A dor nos move a exteriorizar-nos. Um beijo!

    www.eunomadiando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Muito bacana seu texto!
    Eu simplesmente amo essa música do Coldplay! Esse piano no início é fabuloso! <3

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  15. Amei essa frase: "Essa é a arte de escrever. Transformar a agonia da dor em poesia".
    Ainda ontem li um livro chamado Cartas de Amor aos Mortos. E seu texto me fez lembrar um pouco dele. Gostei muito da forma como você escreve.

    Bjos e sucesso!

    http://sonhos-empoeirados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Gostei bastante do texto, bem bonito.

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Concordo que, às vezes, os escritores sejam beneficiados pela dor, angústia, desilusão etc. Quando me sinto assim, creio que os meus melhores textos são escritos. Mas é coisa de momento. E depende muito do gênero que se escreve. Se você estiver trabalhando num livro, daí fica muito complicado se afogar nesses sentimentos negativos (a menos que o livro queira mesmo trabalhar em cima dessa temática). E The Scientist é sempre horrível para mim. Pura depressão, haha. Fix You também. Belo texto, sincero e poético!

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Que bela crônica, Ana. Meus parabéns. Muito bonito e poético, melhor dizendo.
    Beijos, sucesso.

    ResponderExcluir
  19. Oii Ana...
    Essa crônica é a prova exata de que o assunto abordado é a verdade...
    Perfeito, parabens

    beijos
    http://livrosetalgroup.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Hey, Ana.
    Adorei o tom intimalista da sua crônica. Além de que sempre acho a metalinguistica uma das formas mais interessantes da escrita, ainda mais quando há a melancolia para acompanhar. Gostei muito.

    Beijos.
    Dois Dedos de Prosa

    ResponderExcluir
  21. Cara estou simplesmente apaixonada pelo seus textos.<3

    http://mundo-daisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. nossa, que lindo! Adorei, e é a mais pura verdade. E quem me dera conseguir transformar minha dor em algo melódico, que encantaria os outros.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Gente, que incrível! "Escrevemos o sofrer e o leitor se maravilha. Essa é a arte de escrever. Transformar a agonia da dor em poesia".
    O texto foi curto, mas foi extremamente real. Meus textos mais admirados e comentados foram aqueles que brotaram da dor. Mas especificamente, da minha dor.

    http://www.bilhetedagarrafa.com.br

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©