29.1.16

+QP | A Garota do Prédio

29.1.16
Foto de Helena Barker
   
         Eu tinha acabado de me mudar, antes morava com um amigo, mas chega o momento em que a gente precisa ficar sozinho. E foi isso, decidi alugar meu apartamento. Era uma espécie de condomínio, minha janela era virada para o outro prédio e no começo, não gostava da ideia, mas isso mudou quando a vi na varanda. Isso aconteceu num desses dias em que trabalhava do lado de fora montando o site para um cliente. Aquele foi um dia curioso, estava frio e eu definitivamente quase nunca ficava na varanda. Parecia que era um sinal aquela vontade de simplesmente sentar ali tomando um café enquanto trabalhava. 

E aí ela saiu. 

Foi instantâneo, eu quase derrubei a caneca quando ela apareceu. Fiquei até com medo dela reparar, mas claro que isso não ia acontecer, eu estava do outro lado e ela parecia ocupada no telefone. Continuei observando até que reparei em uma coisa. Ela era uma das minhas clientes e fazia bastante tempo, quase 3 anos. Três anos trabalhando por ela, a observando por aquela página na internet e do nada eu acabo morando de frente para o seu apartamento? Ou o destino tava me dando uma chance ou tava de zoação com a minha cara.
Continuei trabalhando na varanda e ela sempre saía em algum momento do dia. Fosse para tomar um chá, ler um livro e até fumar. Ela fumava, péssimo hábito. 1 a 0 para o destino zoando minha cara. Isso de observá-la entre a varanda e seu site durou um mês. E sabe o que é engraçado? Eu era o tipo de cara que achava que o amor parecia aquela coisa, de olhar, me apaixonar, arriscar e ‘o felizes’ para sempre chegava. 

Não dessa vez. 

Eu deixei ela seguir seu caminho sem saber que eu era o rapaz que programava e seguia seu blog e morava bem ali, de frente ao apartamento dela. E não foi por falta de coragem ou falta de paixão. Eu realmente tive a sensação de estar apaixonado na primeira vez que entrei naquele site e depois quando a vi naquela varanda, mas não era ela. E fim da história com a garota da varanda.
Depois de um tempo, voltei a me incomodar com uma janela sem vista da rua. Me mudei de novo, consegui uma paisagem linda da minha varanda, onde trabalho e de vez em quando escrevo. Mas definitivamente o melhor ganho da mudança foi a garota do prédio ao lado que sempre ia no mesmo Café da rua que eu. 

Fico feliz de não ter considerado os "sinais" da outra varanda. Talvez não tivesse conhecido a garota do Café e isso seria terrível. Não a teria sorrindo para mim enquanto escrevo mais um texto sobre ela. A vida é assim, alguns amores são só observação, já outros? Vem pra ficar.


 *

Esse é um texto do projeto Mais Que Palavras, saiba mais aqui e acesse outros blogs participantes:

15 comentários:

  1. Gostei,acho bem interessante o ponto de vista dele sobre não encarar alguns sinais,que na verdade poderiam não ser nada de mais se encaramos mais friamente,enfim,seu texto me encantou :)
    Foi um dos melhores que eu li até agora rs
    Beijos ^.^

    ResponderExcluir
  2. Concordo que alguns amores não são pra ser, a gente só tem que aceitar e esperar porque outros melhores virão. E não só amores né? Qualquer coisinha na vida é assim! Enfim, amei seu texto!! Parabéns.

    Bjs
    oh, wow, lovely ❁

    ResponderExcluir
  3. Muuuito legal seu texto! Adorei! Você escreve muito bem e conseguiu me envolver do começo ao fim! Espero que continue escrevendo e nos trazendo outros lindos textos como esse! Parabéns :D

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana!
    Realmente, tem "amor" que é só pra ter de longe.
    Parabéns pelo texto!


    Beijos!


    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir
  5. Muito bonito o texto e essa imagem é muito bonita... Parabéns.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  6. Muito bonito e inspirador. Fiquei na expectativa de vê-lo acenar da janela a fim finalmente sair do anonimato. Mas, o destino prega peças...Amei!
    Bjocas
    Ni
    cia do Leitor

    ResponderExcluir
  7. Adorei seu texto <3 e a verdade é que se ignorarmos alguns 'sinais' que o destino mostra, é bem melhor.
    Muito obrigada por me citar.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ana
    Que lindo seu texto. Achei ele com um toque de mistério, não sei se foi essa sua intenção rs
    Parabéns pela escrita, muito boa mesmo.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Gente, que texto fofo! Terminei com uma vontade louca de conhecer mais sobre esse homem, seu trabalho e seu cotidiano. Escreve maaaaaais! Eu conhecia o grupo +QP, mas nunca cheguei a publicar nada em nome dele. Porém fico feliz em saber que ele está crescendo e com certeza quero ver mais publicações suas e textos maravilhosos assim.

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  10. Gostei, gostei mesmo! Você fugiu bonito do clichê em que eles ficariam juntos, mas não deixou de dar uma história de amor encantadora para o teu personagem ♥ Adorei o ritmo do texto, tua criatividade e esta foto que faz a gente dar aquela viajada *-*
    Parabéns, Ana!

    www.princesasadoradoras.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oiii, gostei muito texto <3 tomara que tenha mais assim aqui haha
    Beijinhos
    segredosliterarios-oficial.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oii
    Gostei muito do texto. Muito bem escrito! Você tem domínio de escrita! Parabéns!
    Bjus

    ResponderExcluir
  13. Oii.
    Nossa garota você escreve super bem, tem futuro. Adorei o projeto.
    Beijos 😉
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Amei o texto e adorei essa foto kk

    http://www.blogdojorge.net

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?
    Adorei seu texto, e essa foto <3.
    Você escreve muito bem, e achei seu texto bem carregado de sentimentos. Realmente, algumas vezes algumas coisas não são para ser, e é melhor seguir em frente.
    Até mais!

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©