28.5.16

Resenha | A Guardiã de Histórias

28.5.16
A Guardiã de Histórias
Cedido em parceria com o Grupo Editorial Record


O livro nos traz a história de Mackenzie Bishop, ela tem 16 anos e herdou de seu avô a função de ser Guardiã de Histórias. Com isso ela se torna responsável de manter todas as Histórias dentro do Arquivo. Dentro do universo criado pela autora, temos o seguinte conceito, quando morremos nos tornamos Histórias e são essas que devem ser guardadas e cuidadas por Mackenzie. Se esses “mortos” acabam acordando desse sono eterno dentro do Arquivo ficam perdidos e caem nos estreitos e aí entra o trabalho do Guardião, retorná-los para o Arquivo.

A problemática do livro é que muitas Histórias acordam e algumas delas nem tem mais as lembranças – de quando estavam vivas. Mackenzie se vê perdida em meio ao caos dentro do Arquivo e com a vontade de ter o irmão de volta.

"Isso é história com h minúsculo. Estou falando de Histórias com H maiúsculo. Uma história é... - Você pega um cigarro e gira entre os dedos. - Você pode pensar nela como um fantasma, mas não se trata realmente disso. Histórias são registros.
- De quê?
- De nós. De todo mundo. Imagine um arquivo da sua vida inteira, de cada momento, cada experiência. Agora em vez de uma pasta ou de um livro, imagine que esses dados são guardados dentro de um corpo." - página 19


A Guardiã de HistóriasA Guardiã de Histórias
 


Vamos lá, o universo criado pela autora é incrível, essa teoria de virarmos histórias realmente me pareceu extremamente interessante, no início. O grande problema foi que ali pela centésima página eu vi que eu não me importava muito com as personagens ou com o que tava acontecendo no geral.  Eu não me senti presa a leitura em algumas partes me senti até mesmo confusa com a história.

A narrativa em sua maior parte é feita na primeira pessoa pelo ponto de vista da Mackenzie e em certas partes é feita na segunda pessoa e vou ser sincera, foi bem difícil prosseguir com a leitura. Não sei se vou continuar a trilogia. A escrita da Victoria é boa, mas para mim esse livro não fluiu. Pretendo ler a outra trilogia dela que a Record vai trazer para o Brasil e torcer para ter uma experiência melhor com a autora.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©