20.6.16

Resenha | O Caderninho de Desafios de Dash e Lily

20.6.16
O CAderninho de Desafios de Dash e Lily
Recebido em parceria com a Galera Record



O Caderninho de Desafios de Dash e Lily nos trará a história de - advinha? - Dash e Lily. Ele é solitário e não gosta das festividades natalinas - inclusive está passando sozinho já que seu pai está com a namorada e sua mãe com o respectivo namorado. Ela tem 16 anos e ama o Natal, mas esse promete ser o pior de todos, já que vai passar sozinha pelo motivo de os pais estarem numa lua de mel atrasada. Ela fica arrasada por isso.

Nosso enredo se inicia quando Dash encontra um moleskine vermelho na sua livraria favorita Strand. Dentro dele encontra uma espécie de desafio que ele pode ou não cumprir. Obviamente, Dash o cumpre.

"Está vendo? É coisa demais para processar. Toda essa esperança por alguma coisa - ou alguém - que talvez seja irreal." - página 75


O CAderninho de Desafios de Dash e LilyO CAderninho de Desafios de Dash e Lily


Dash acaba entrando na brincadeira e os dois agora ficam desafiando um ao outro por meio do caderno. Eles acabam compartilhando suas vidas e problemas e apesar de não se conhecerem pessoalmente e Lily ainda não saber o nome dele, eles percebem que tem uma certa ligação. 

A narrativa é feita na primeira pessoa pelos dois pontos de vista. O meu problema com o livro começa na narrativa. A personagem Lily é muito chata, tipo de verdade. Como eu disse acima, ela tem 16 anos, mas parece ter 10. Ela é extremamente imatura e me irritou demais. Dash já é um personagem que eu consegui gostar mais. Sem problemas com ele.

Eu não consegui me sentir presa pela narrativa - o que me deixou bem triste já que eu gosto do Levithan. Acho que ele deveria parar com as parcerias e escrever apenas sozinho. Na verdade, eu nem concluí muito bem a leitura, pulei alguns capítulos - em grande parte os da Lily. O desenvolvimento não me deixou satisfeita. Enfim, o livro não funcionou muito bem comigo. Infelizmente.

 

12 comentários:

  1. Ai, Ana, que pena que o livro não seja tãaaao bom assim! Será que essa personalidade da Lily não é por causa do público alvo a que o livro se destina? Imagino que ele seja mais pré-adolescente, né? Apesar de que livro bom é livro bom, você não teria se sentido incomodada com ele se ele realmente valesse a pena. :/
    Bem, pelo menos o caderninho tem serventia, né! Hahahaha
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Oi, como vai?

    Como não conheço o livro, não posso opinar, embora sua resenha esteja muito bem elaborada e franca. Não tenho interesse em ler esse livro no momento, no futuro talvez, mas isso não tem nada a ver com sua posição quanto ao livro. Uns gostam outros não. Peninha que você não curtiu. Bem desse trecho gostei, me fez rir um bocado: “-Não sabe quem é Nicholas Sparks? – perguntou […]
    Balancei a cabeça negativamente.-Por favor nunca descubra.” Pois se descobrir, danou-se, sei do que estou falando. rsrsrs

    http://www.cristinadeutsch.org/

    Saudações literárias.
    Beijos no ♥

    ResponderExcluir
  3. Esqueci de mencionar que já li várias resenhas desse livro, umas positivas, outras nem por isso, mas esse trecho sobre o Nicholas Sparks me faz rir sempre que leio ao sobre esse livro. Não me recordo onde li, embora, eu tenha certeza que esteja relacionado a esse livro. RSRSRS

    ResponderExcluir
  4. Olá lindona,
    Acho que ão conhecia seu blog, amei o layout e amei esse post. Ficou muito bem explicado e em breve vou realizar essa leitura.
    beijocas.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
  5. Oiii Ana, tudo bem?
    Fiquei completamente apaixonada pela sua resenha, e vejo essa obra como tão amorzinho e realmente a quero ler o quanto antes.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Oioi! Tudo bem?
    Uma pena que nao tenha gostado.
    Eu pelo contrario gostei do livro, Lily é meio chatinha, mas ainda sim gostei dela no geral.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  7. Ana, aconteceu exatamente a mesma coisa comigo.
    Dash é super divertido e inteligente, mas a Lily é um PORREEEEEEEE!
    Nunca que aquele comportamento é o de uma menina de 16 anos.
    A ideia do livro é ótima, mas Lily estraga tudo. Também odiei.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Era muito fofo, até que em um momento ele deixou de ser. Sinceramente eu fiquei um tanto quanto frustrada com esse livro, apesar da leitura ter me agradado no geral.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, Ana!
    Essa não é a primeira vez que vejo alguém comentar que a personagem Lily é chata e imatura. Eu adoro livros com narrativa alternada entre os personagens, mas nesse caso, acho que eu também iria me irritar com Lily.
    Eu nunca li nada de nenhum dos autores e até tenho interesse nesse livro, mas vou deixar minhas expectativas bem baixas para não me decepcionar.
    Ótima resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá Ana tudo bem, eu tinha gostado bastante da premissa desse livro, e lendo a sua resenha já percebi que a protagonista vai dar trabalho, mas acontece mesmo de a narrativa não prender jão aconteceu comigo. Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Pelo que já li sobre esse livro ou você ama ou odeia. Como eu ainda não o li, não sei nem o que opinar. Porém, quando for lê-lo será sem muitas expectativas, quem sabe isso eu não me decepcione muito.

    ResponderExcluir
  12. Poxa, serio que a leitura não foi satisfatória? Esse livro já estava na minha wishlist e eu tinha tantas expectativas nele :(


    Beijos

    http://blog-myselfhere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©