5.7.16

Resenha | O Último Adeus

5.7.16
O Último Adeus
Recebido em parceria com a DarkSide Books


O Último Adeus nos traz a história de Lexie, estudante do último ano do ensino médio e que recentemente perdeu o irmão Tyler depois de ele se suicidar. Lex não vê mais muito sentido nas coisas e a sua mãe acha que não tem mais direito de viver e ser feliz. O pai, não está mais com ela fazem 3 anos e ele também não ajuda muito na tragédia toda. A história se passa dois meses após o suicídio e vemos Lexie tentando conciliar o divórcio dos pais, a saudade que tem do irmão, a inscrição pra faculdade e um monte de coisas que se passam nessa fase da vida de uma jovem.

O livro começa com um diálogo entre Lex e seu terapeuta Dave que propõe que ela escreva em um diário as coisas que a ajudem a “diminuir a dor” sem ajuda de medicamentos. Mesmo contrariada, ela escreve. 


"[...] Essa é a sua tarefa oficial. Escreva sobre a última vez em que se lembra de ter visto Tyler feliz." - página 15
  O Último AdeusO Último Adeus

Quando eu comecei a ler, pensei que seria um livro que ia me baquear e me trazer uma ressaca literária horrível. Pelo tema que a autora usou – ela também perdeu um irmão pro suicídio, só que ela deixa claro que o livro é ficção nos agradecimentos – mas na realidade, o livro me trouxe um sentimento de as coisas são uma merda às vezes, mas elas podem sim melhorar.

A autora não amaciou a morte ou o suicídio, isso vocês precisam ter em mente. Em vários capítulos vamos ver como a Mãe se tornou alguém morta pela situação do filho. Ela realmente acha que sua vida acabou. Lex acabou perdendo muitas coisas, relacionamentos e afins por se culpar por não ter conseguido salvar o irmão de si mesmo. 

Mas algo que me chamou muita atenção foi a forma como ela conseguiu mostrar que das piores das situações pode-se aprender muito.


"Tudo muda, penso. Essa é a única constante. Todos crescemos. Quase todos nós." - página 121
  O Último AdeusO Último Adeus

A escrita da Cynthia é incrível! Muito sensível. Me vi chorando em inúmeras partes do livro. Tive inúmeras sensações envolvendo tristeza, mas ao longo do desenvolvimento me via tendo esperança. A narrativa é feita na primeira pessoa pelo ponto de vista da Lexie. 


"O perdão é confuso, Alexis, porque, no fim, tem mais a ver com você do que com a pessoa que está sendo perdoada." - página 288


Uma história emocionante onde superação e amizade fazem toda a diferença que eu nem sei descrever, me perdoem se a resenha não fizer tanto sentido, mas é que... Não tenho palavras que expliquem como esse livro foi maravilhoso e me tocou profundamente. 

Por favor, leiam. 

A DarkSide preparou uma playlist com algumas músicas citadas no livro, vou deixar aí pra vocês <3

O Último Adeus


"As pessoas que amamos nunca se vão realmente."

17 comentários:

  1. Ooi, tudo bom?

    Achei seu blog por acaso no facebook e estou apaixonada! Estou doida para ler esse lançamento, mas confesso que não sabia quão tocante ele seria. Acho essas tematicas bem pesadas, mas adoro livros que focam no sentimento dos personagens e relatam coisas que podem acontecer com qualquer pessoa. E me ganhou por ser em primeira pessoa também, com certeza vai para a lista <3

    Beijos :*
    http://myliteraryparadise.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que você tenha encontrado o Blog <3 espero que sua leitura seja proveitosa!

      Excluir
  2. Nossa, quero demais esse livro <3
    Soube da existência dele há pouco, mas como eu tô numa fase muito ruim da minha vida, tô gostando desse tipo de tema - não porque quero me sentir mal, mas porque o efeito me faz sentir muito bem. É engraçado como a maioria da literatura que traz esse tema nos faz sentir esperançosos, ao invés de tristes. Acabei de ler The Bell Jar e senti isso também (apesar de ter a sensação de que a personagem se suicida, mesmo que isso não esteja no livro).
    Só achei muito mal colocada a sua frase sobre "se a gente quiser". Quem convive com a depressão, ou mesmo com o sentimento de estar deprimido, quer muito não se sentir assim, mas não é "falta de vontade", "falta de acreditar" e outros sensos-comuns. Dizer isso não ajuda nada alguém que se encontra nesse aspecto psicológico, pelo contrário, faz com que a pessoa se sinta ainda mais culpada (por algo que ela não tem o controle, entende?).

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Uaaaaaaaaau, só essa frase da contracapa do livro valeu por todo o livro eu acho.
    Adorei sua resenha e fiquei com uma vontade imensa de ler esse livro <3 irei compra-lo assim que der

    Amei seu cantinho

    http://entre-linhaseparagrafos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Então! Obrigada pelo seu ponto de vista, não foi nesse contexto que eu quis colocar a frase (inclusive retirei pq acho que a interpretação ficou ruim), mas eu entendi, o livro traz essa perspectiva e eu que me expressei mal mesmo :/

    ResponderExcluir
  5. Olá Ana, tudo bem?

    Eu li essa obra, O Último Adeus é um livro excelente, cheio de qualidades e que nos leva para o campo da reflexão, abordando temas como depressão, morte, família e muitos outros. Adorei a sua resenha, objetiva. Bjusss

    ResponderExcluir
  6. Que resenha incrível. Me deu uma vontade de ler este livro agora... Adorei o blog, adorei as fotos da postagem!

    Beijos, Jeh
    Colecionadores de Livros

    ResponderExcluir
  7. Estou um tanto quanto em divida com as minhas leituras haha já tinha visto o livro no instagram da editora e fiquei super a fim de ler e agora com sua resenha minha vontade cresceu mais ainda, um beijo moça.

    |Blog Floreios|

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Fiquei curiosa para ver como a autora desenvolveu o tema e principalmente qual foi a maneira de Lex superar, passando por tantas coisas ao mesmo tempo.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  9. Oiii Ana, como vai?
    Realmente não sabia do que se tratava a obra antes de ler sua resenha, e até então fiquei pasma, não sabia que seria um abordado um tema como suicídio, creio ser bem forte e realmente o leria, mas choraria em alguns momentos, sou sensível com isso.
    Parabéns pela resenha, dica anotada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Tô muito curiosa para ler esse livro! É tanta gente amando que já to achando que vou amar também! Adorei sua resenha e como você tocou no aspecto da mãe, que poucas pessoas tem mencionado!
    :)

    ResponderExcluir
  11. Ual, que livro maravilhoso, resenha maravilhosa, e as fotos que você tirou mais ainda, parabéns!
    fiquei muito ansiosa pelo livro e preciso tê-lo na minha estante.
    achei a capa muito linda e simples e o livro por dentro muito bem feito.
    Quero demais esse livro, haha.

    ResponderExcluir
  12. Não sou fã de livros que abordem o suicídio, mas até que fiquei com vontade de ler esse pra ver o estado da família da Lexie depois do acontecido. Deve ser uma leitura bem emocionante mesmo e claro que vou torcer para que eles se sintam ao menos um pouco melhor quando a história chegar ao fim.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  13. Ai meu deus esse livro! Estou maluca para lê-lo! Amo tramas que abordam suicídio, e esse livro parece ser simplesmente maravilhoso, e muito emocionante. Sua resenha só me deixou mais empolgada para conferir! E essas fotos ficaram lindas!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. A princípio o tema e a sinopse não tinham me chamado muito a atenção, mas estou vendo algumas resenhas incríveis desse livro, e a sua é uma delas. Provavelmente lerei em breve.

    Bjs
    livroslapiseafins.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oie
    nossa, essa editora está arrasando demais, assim que vi o livro eu quis, que enredo maravilhoso e que resenha ótima, espero com certeza ter oportunidade de ter e ler o livro

    Beijo
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Acho lindas essas histórias de superação, amizade!
    Bom saber que a autora não suavizou a questão do suicídio, e que mesmo assim dá pra tirar uma boa lição do livro.
    Bjs

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©