31.8.16

Resenha | Lordes dos Sith

31.8.16

Olá! Mais um livro publicado pela Aleph do Universo Expandido de Star Wars. Esse aqui se passa logo depois do Anakin Skywalker se tornar o tão temido Darth Vader. 

Em Lordes do Sith vemos um Vader em ascensão, ele acabou de ser nomeado como Lorde Sith e é aprendiz de Palpatine. Mas apesar de ser bastante compromissado com o lado sombrio, Vader ainda precisa provar sua lealdade ao lado negro da Força. E ele recebe uma missão onde precisa controlar uma revolução do povo Twi’leks no planeta Ryloth que pretende matar o Imperador Palpatine e o próprio Vader. 


Lordes do Sith

Temos Cham Syndulla e Isval que são os principais lideres dessa revolta contra o Império. Eles cansaram de ser dominados por algo que é recente mas extremamente destrutivo. Cham quer vingança e também quer a volta da República, onde os planetas tinham voz nas decisões. Palpatine obviamente não fica de braços cruzados e decide lutar contra eles ao lado de Vader. E agora o nosso recém nomeado Lorde Sith é posto a prova na questão de lealdade ao lado sombrio da Força

A narrativa na terceira pessoa é muito bem desenvolvida, mas eu tive um problema em me relacionar com os “rebeldes” de Cham. O personagem era meio fraco na caracterização em alguns momentos da história.

Lordes do Sith

Achei muito interessante o fato de mostrarem que não era só Anakin se converter ao lado Negro da Força que viraria o super poderoso e Palpatine ia confiar sem sombra de dúvidas em nele como Vader. Por isso essa missão tão pessoal. O Imperador queria saber se seu aprendiz era tão compromissado quanto parecia ser. Já que na história dos Sith envolve muita traição, ou seja, eles são cuidadosos com quem entra. 

As reviravoltas do livro são muito boas, em dado momento eu quase tive esperança. O livro tem bastante cenas de batalhas, Vader matando everybody... O Paul conseguiu realmente trazer Darth Vader como o vilão que ele é. Cheio de ódio e ressentimentos. A escrita do autor é bem consistente e a leitura é fluída. 

Recomendo demais a leitura.


"A dor alimentava seu ódio, e seu ódio alimentava sua têmpera. Antigamente, quando era Jedi, meditava para encontrar a paz. Agora, meditava para aguçar a raiva." - p. 20

Um comentário:

  1. Eu ando meio tendenciosa a comprar livros de Star Wars, e definitivamente a sua resenha contribuiu para aumentar um pouco essa tendência! Estou ansiosa para ver o Vader se tornando definitivamente o Vader.
    Ainda não li esse livro, mas estou adorando que a Aleph está lançando eles.
    :)

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©