4.9.16

Resenha | A Longa e Sombria Hora do Chá da Alma

4.9.16

Recebido em parceria com a Editora Arqueiro

No segundo livro da série, Dirk Gently está mais falido ainda - como se isso fosse possível, Dirk é um investigador de métodos excêntricos. Supostamente, era para ele ter um cliente, mas esse acaba perdendo a cabeça - no sentido mais literal da expressão - então, Gentrly acaba investigando essa situação. Ele se envolve com  Kate Schechter por causa de uma explosão em um aeroporto e algumas ligações com o caso do cliente sem cabeça. E é a partir disso que temos nossa história.

"Eu posso não ter ido para onde eu queria, mas acho que eu acabei onde precisava estar."



Nesse livro, conhecemos mais do personagem principal. Apesar da narrativa em terceira pessoa, temos uma perspectiva interessante de todos os personagens que são cativantes a sua maneira. Adams tem um humor sarcástico, digno de ser chamado de britânico. Pra quem está acostumado a escrita dele sabe que o autor mistura o lógico e o ilógico numa narrativa um pouco confusa que você acaba se acostumando. 

"Acho muito difícil ser uma coincidência que nenhuma linguagem na terra criou a expressão 'tão bonita quanto um aeroporto."


Um comentário:

  1. Douglas Adams é um amor que eu não consigo deixar de lado sabe. Quando lançou o primeiro livro eu fiquei louca para ler, mas acabei não encontrando na livraria da cidade e nem na internet por um preço bacana (onde o frete não fosse maior que o preço do livro sabe). Mas estão na lista! Adoro a narrativa do Adams! <3 Um beijo : *

    P.s. Amei o novo layout! <3

    www.fleurdelune.com.br

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©