31.10.16

Resenha | Amityville

31.10.16
Recebido em parceria com a DarkSide Books

"O sábio sabe o que ele não sabe – e o prudente respeita o que não controla." - Pag. 13

As portas do sobrenatural foram abertas, entre direto na grande casa colonial no número 112 da Ocean Avenue.
A família Lutz buscava o que toda família busca, uma casa ideal para viver com seus filhos, a famosa casa de cerca branca, mas o que encontraram foi mais que isso, uma casa enorme, bonita, perto de um rio e o melhor, por um ótimo preço, a casa, porém havia sido o palco da chacina da família DeFeo, onde Ronald DeFeo matou toda a sua família alegando ter ouvido vozes ordenando para que ele fizesse isso. A família Lutz, porém mesmo sabendo disso não deu muita importância e é ai que as coisas começam, mal sabiam os Lutz que passariam apenas 28 dias na casa dos sonhos, e que seria 28 dias de pesadelos.
"George até queria conversar mais sobre o abrigo para barcos, mas quando Kathy lhe lançou um olhar, se conteve. Eles não queriam que se espalhassem por Amityville notícias de que outra vez algo estranho estava acontecendo no número 112 da Ocean Avenue." - pag. 51



"Você quer dizer que ele usou um rifle de alto calibre para matar seis pessoas e ninguém ouviu nada?" - pag. 89 (sobre a chacina da família DeFeo) 
Algo bem curioso no livro é o detalhamento de como tudo é relatado e muitas vezes frases usadas pela família Lutz para descrever tais fenômenos. Outro detalhe que deve ser observado no livro é que se você já souber alguns detalhes da história da chacina dos DeFeo, vai notar como os Lutz vão começando a mudar desde o inicio e se parecendo cada vez mais com os DeFeo. Cada um dos dias que a família passa na casa é descrito em uma grande riqueza de detalhes, cada capítulo (que se conta pelos dias) vai prendendo cada vez mais o leitor, e devo dizer também que a angústia só aumenta a cada dia narrado. No livro também encontramos a planta da casa 112 da Ocean Avenue completa, e a nota do autor que coloca mais uma pitada de terror.

"Tem alguma coisa ruim aqui, Kathy."- pag. 83



"Também se incomodava com as crianças. Desde a mudança, era como se elas tivessem se transformado em fedelhos, monstros mal-educados que não obedeciam, crianças rebeldes que precisavam de castigos severos." - pag. 42

Aos fãs de terror e suspense, eis o livro. Esse definitivamente é o tipo de livro que não perde a ação em momento algum, nem se arrasta, a narrativa é bem rica em detalhes, e cada um deles é essencial, eu particularmente amei o livro e não consegui parar de ler (mas pela primeira vez não me arrisquei a ler sozinha de noite). Assim que eu finalizei a leitura fiquei pensando no que escrever e como começar a resenhar algo tão maravilhoso como essa leitura e essa escrita por Jay Anson. Por mais que tenha pensado muitos dias, ainda não descobri como dizer a vocês o que senti por esse livro, apenas LEIAM, não vão se arrepender.

"O odor de excremento humano estava sempre associado à aparição do Diabo!" -  pag. 113


2 comentários:

  1. Olá! Eu vi esse livro em um outro blog e me chamou muito atenção. Essa coisa de casa mal assombrada é muito clichê, mas gosto da forma que a autora desenvolve os acontecimentos e a história. Eu adoraria ler e amei suas fotos!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  2. Que lindo lindo, e que resenha maravilhosaaaaa!! Fiquei morrendo de vontade de lê-lo, Darkside sempre arrasandoooo!!
    ps: amo seu layout, é mt amooor!!
    Beijinhosss

    https://devaneiosdeinverno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©