11.1.17

Resenha | O Homem que Caiu na Terra

11.1.17



Thomas Jerome Newton é uma alienígena, sim, um alienígena vindo de Anthera. Ele vem para a Yerra com uma missão que pra início de leitura a gente não sabe muito bem o que é. Só sabemos que é caro. Jerome vai precisar se adaptar a Terra nos anos 80, a maior parte das coisas daqui (clima, roupas, bebidas...) incomoda o seu corpo antherano, mas é um sacrifício que ele está disposto a fazer.


Assim que chega na Terra começa a tentar ficar milionário – lembra que eu disse que o plano é caro? – primeiro ele vende anéis com pedras preciosas que ele trouxe consigo, depois ele junto do advogado Farnsworth começa a usar sua inteligência alien para ganhar dinheiro. Com ajuda de Farnsworth e de sua empregada Betty Jo ele consegue se manter afastado da maior parte das pessoas – apesar da estrutura física ser bem parecida com um humano, ele tem peculiaridades, os olhos, os cabelos. 
 



Outro personagem interessante no livro é o Dr. Bryce, ele é professor de química e logo no início do livro encontra uma máquina fotográfica com uma tecnologia de revelação que não pode ser explicada. Só se for de outro planeta.


See my point?

A narrativa é feita na terceira pessoa e tem uma crítica bem óbvia a como os seres humanos são. Nosso personagem principal em determinado ponto entra em crise identidade, ele não reconhece mais seu lado Antheano porque assim como qualquer um de nós, ele é seduzido pelos prazeres da Terra. Ele fica mais solitário ainda, sempre bebendo Gim – o que acalma o seu corpo antherano – é até triste perceber em que ponto ele chega porque fica uma reflexão: será que mesmo sendo humanos, também não ficamos perdidos como ele? A escrita melancólica e quase poética ajuda muito no clima que o autor pretendeu criar. 
 

A leitura flui bem, apesar de eu ter demorado um pouco a entrar no clima de início. Também existe um filme que é muito fiel a obra, contendo pequenas diferenças pra mostrar a quem assiste a humanização de Jerome. Acredito que seja uma leitura que deveria ser feita por todos pela reflexão que fica em relação a sua humanidade.


Uma notícia bem legal é que AMANHÃ, dia 12/01, o filme volta aos cinemas! SIM! Terá sessões em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Curitiba, Porto Alegre, João Pessoa, Recife e Fortaleza. Então corre e vai lá assistir porque é maravilhoso!


 

Um comentário:

  1. Acho que esse foi um dos primeiros filmes que assisti do Bowie, quando comecei a virar fãnzona em 2004. Uma ótima resenha!
    Você sabia que o Bowie tem essa difença nas pupilas por causa de uma facada que ele tomou no olho? LOL
    Sorteio da Coleção Percy Jackson e os Olimpianos | A Bela, não a Fera Youtube | Converse comigo no Twitter!

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©