30.5.17

Resenha | Virando Amor

30.5.17


Primeiramente, desculpem a falta de posts semana passada. Tive vários trabalhos e provas da Faculdade e eu tô sem o cartão da minha câmera!


Acho que eu cansei de romances de adolescentes.

É assim que eu inicio essa resenha. Faz pouco tempo que postei a resenha de Além da Amizade que também tinha um relacionamento entre adolescentes. 


Virando Amor conta a história de Priscila, ela mora em Curitiba e tudo que ela ama está lá, seus avós, seus amigos e seu namorado Gabriel. O problema é que o pai de Priscila ganha uma promoção do trabalho e a família precisa se mudar para São Paulo. Ela quer bater o pé, mas não tem o que fazer a não ser ir. Ela mantém o relacionamento em idas e vindas de SP pra Curitiba (a passagem de avião deve ser 1 real. 


“O amor, quando não se sabe lidar com ele, dá espaço à dor. E a dor corrói, machuca, faz chorar.” -p. 70




Como qualquer pessoa depois de uma mudança, Priscila acaba se sentindo meio deslocada, mas isso muda porque as pessoas são bem receptivas, ela faz novas amizades na escola nova, uma dessas é Phellipe. Ele também namora uma garota bem antipática, mas nada os impede de criar um vínculo. Depois de um mês (ou menos) Gabriel passa a ter atitudes que não fazem sentido pra nossa protagonista. Ele quer proibir ela de ir a uma festa, reclama das roupas... Enfim é bem estúpido. Mas ainda sim, Priscila fica com ele. Aqui ela começa a ver que só o amor não adianta num relacionamento. 


“Você pode escolher quem será a pessoa certa para você, mas não pode escolher quando ela vai entrar na sua vida, e nem ao menos se ela ficará ao seu lado para sempre.” – p. 73


A partir daí acontece algo maior que dá um impulso na história. Sobre a minha primeira frase desse post, acho que cansei desse romance adolescente porque é um drama muito grande. Já passei dessa fase e agora é mais fácil ver. Por exemplo, depois de UMA SEMANA em SP, no mesmo fim de semana de se mudar, Priscilla vai lá visitar o tal do Gabriel. Sério. Uma semana.




A escrita da Isadora é fluída, os personagens secundários poderiam ter sido mais desenvolvidos, e a história também poderia ser mais desenvolvida. Acho que seria mais “real”, claro que isso pode ser algo do momento em que eu tô, onde esses romances adolescentes (até na vida real) são instantâneos. Se o livro tivesse mais alguns capítulos poderiam ser mais trabalhado esses pontos acima. 


Não morri de amores pelo livro porque os relacionamentos são meio superficiais, talvez pelo tamanho. Não sei, mas é uma leitura rápida e provavelmente você que curte essas histórias de amor na faixa de idade entre 15-17 vai gostar de Virando Amor mais que eu. Não se prenda a minha opinião somente, vejam a resenha da Bruna do Brooke Bells que curtiu bastante! 



“Algumas coisas vêm e vão embora da nossa vida, mas o que é certo sempre fica.” – p. 84

16 comentários:

  1. Oiii Ana tudo bem linda?
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro, mas ainda não sobrou um dinheirinho para comprar a obra, eu conheço a autora por causa do seu blog e não pensaria duas vezes a não ser querer ler, gosto de livros com romances, lindas fotos menina.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Olá!!! Olha, eu meio que me identifiquei quando você disse que não aguenta mais os dramas adolescentes, só que eu já saí da adolescência há muito mais tempo que você rs. Mas realmente é complexo julgar uma obra imparcialmente quando não estamos na vibe de ler determinado gênero no momento. Uma pena, para você e para a autora. Torcendo por leituras mais empolgantes. Bjoooo

    ResponderExcluir
  3. Olá! Que bom que a escrita da Isadora é fluída. Pena que sentiu falta dos personagens e a história serem mais desenvolvido. Romance rápido e superficiais realmente não é de conquistar. Tomara que se você ler um próximo livro da autora você ache melhor. Beijos'

    ResponderExcluir
  4. Hahahahahaha sabe que eu estava pensando nisso outro dia? Eu não sei, mas às vezes eu acho as situações desses romances adolescentes tão dramáticas... Tem hora que me acho velha demais pra ler esse tipo de livro!
    Então te entendo, de verdade!
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Entendo bem seu sentimento em relação a leitura do livro, já passei por situações semelhantes e digo que é muito ruim quando o livro parece prometer, mas acaba sendo tão superficial que desanima! Gostei da sinceridade na sua resenha, adorei as quotes que vc selecionou, mas fiquei na duvida sobre ler ou não. Dei uma pausa em literatura nacional por hora, mas quem sabe futuramente?
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Infelizmente a premissa não me agradou muito pra embarcar nessa aventura. Apenas mesmo por não ser muito fã desse gênero, mas pelo visto foi uma leitura que não lhe agradou tanto assim...uma pena!
    Adorei suas fotos!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  7. Oieee Ana
    Realmente parece ser o tipo de drama que é difícil de não ter raiva.
    A capa é bem interessante e acho que se não tivesse alguns pontos da leitura seria uma obra bem desenrolada.
    Passo a dica

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem Ana?

    Então, eu não conhecia o livro e autora, confesso que o livro não me despertou atenção e curiosidade, infelizmente o livro não me conquistou apesar da sua boa resenha. O ponto positivo é a capa, bem legal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Ana, eu até gosto de romances assim, mas só leio quando estou muito desocupada, porque também já passei dessa fase.
    Talvez o fato de você não ter gostado do livro, não é por ele ser um livro mais juvenil, mas por você estar se tornando uma leitora mais crítica e por isso, seus gostos estão mais apurados.
    Eu me diverti tanto com sua forma de escrita...
    Adoro pessoas bem humoradas como você e eu morri de rir quando você ressaltou que a passagem de São Paulo para Curitiba deve ser 1 real. kkkkkkkk
    Parabéns pela sinceridade e sobretudo, pela forma leve com a qual teceste suas críticas.
    Bons leitores, geralmente são bons escritores e pela sua forma fluida e divertida de escrever, fiquei com vontade de ler mais.
    Vi que o blog tem textos autorais. Serei sua leitora.
    Um beijo! Sucesso!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? Nossa é super complicado mesmo romances adolescente, porque temos a carga dramática que a idade traz. Também tem alguns que apesar da narrativa ser ótima, não consigo conectar com os personagens. É quando nos saturamos de um gênero. Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá! Ainda não conhecia essa livro. Parece interessante. Vou anotar a indicação. Tendo oportunidade, estarei lendo também em breve. bjooo

    ResponderExcluir
  12. oiie tudo bem? menina quando vi essa ft com as páginas rasgadas me deu um ador no coração.... mas enfim o livro, já tinha visto algumas vezes, mas ainda não tive a oportunidade de ler, mas me parece ser muito profundo e quero ler em breve!

    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Oi Ana, sua linda, tudo bem?
    Eu gosto de romances mais juvenis, mas o que importa é se o texto me envolve, se passa verdade. Você não conseguiu ser cativada, o que me deixou um pouco desanimada. Gostei da sinceridade na resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá, não conhecia a obra e achei a premissa bem interessante. Vou anotar a dica.

    Abraços

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Confesso que já vi bastante gente falando desse livro, mas não tenho vontade nenhuma de conhecer. Porém, gostei muito de conferir a sua resenha e da sinceridade presente nela, com certeza valeu a pena conhecer.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Tem livros que nem sempre é o que nos prende, ou é fase nossa mesmo.
    Eu até gosto de romances assim, mas a sua sinceridade pela história e o que parece acontecer, não me deu vontade de ler... mas vou dar uma olhada na outra resenha também para ver se me encanta mais...

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©