7.7.17

Resenha | Tudo e Todas as Coisas

7.7.17
Recebido em parceria com a Editora Arqueiro

Tudo e Todas as Coisas traz a história de Madeline Whittier, ela tem 18 anos e possui uma doença onde ela é alérgica ao mundo. Ela vive dentro de uma bolha construída especialmente pra ela com a mãe que é médica e a sua enfermeira Carla. Tudo o que Maddie conhece vem dos livros que lê, mas isso muda quando chegam novos vizinhos.

Mais especificamente Olly. O garoto alto, magro, de gorro e que só usa roupas pretas. Ele a percebe na janela e é assim que eles começam a se relacionar. Por uma janela. 
 
"Tudo envolve riscos. Não fazer nada também é arriscado. A decisão é sua." - p. 66




"Bem debaixo do nosso nariz existem mundos inteiros que mal notamos." - p. 147

Eu tinha uma outra edição do livro, mas nunca dei início a leitura, mas com a perspectiva do filme fiquei curiosa com a história. E me arrependo de não ter lido antes.


Nicola tem uma escrita muito fluída (li o livro em menos de 24 horas) e personagens bem cativantes. Maddie é como um bebê, ela é super protegida pela mãe desde a descoberta da doença – que aconteceu meses depois de o marido e o outro filho morrerem em um acidente – desde então são só elas. Maddie é acomodada com a situação de ser doente e de ter essa vida limitada, mas quando Olly aparece é impossível ficar satisfeita nessa situação. Oliver é um personagem secundário, mas muito presente e com problemáticas próprias. Seu pai é agressivo e abusivo e a mãe não consegue sair disso. Ele então tenta proteger a irmã Kara e a mãe. O assunto é até bem desenvolvido no livro, mas eu queria mais um pouco.




É bem diferente ver o mundo pelo ponto de vista de Maddie, já que a narrativa é na primeira pessoa. Imagina, desde que você se conhece por gente, ter uma doença que te proíbe de ir ao ar livre. Ao mesmo tempo, depois de criar vínculos com Olly vemos uma Maddie interessada em viver, sair da sua “zona de conforto” e enfrentar o mundo pra experimentar pelo menos um pouco do que ele tem a oferecer. Ela passa por cima dos medos, das inseguranças e até mesmo da sensação da morte só pra respirar um ar que não seja o filtrado que tem dentro de casa. O livro mostra como pequenas coisas da vida se tornam grandiosas quando você não pode tê-las todos os dias.

"Se você não tem do que se arrepender, é porque não está vivendo." - p. 164

A edição da Arqueiro tem algumas páginas com fotos (stills) da adaptação para o cinema do filme, e claro, todos os capítulos tem algum tipo de ilustração – que foram desenhadas pelo marido da autora – que dão um toque bem fofo pro enredo.


A finalização do livro é surpreendente, não esperava que fosse acontecer, mas se encaixa bem em toda a história. Foi um misto de sentimentos que eu senti, mas não posso entrar em detalhes porque é meio que um spoiler. A autora soube explorar bem a situação principal que criou pra ambos os personagens e foi leve (re)descobrir o mundo com Madeline e Olly. Recomendo muito a leitura e mal posso esperar pra conseguir assistir o filme.

"Talvez crescer signifique decepcionar as pessoas que amamos." - p. 193



7 comentários:

  1. Olá!
    Estou muito ansiosa para ler esse livo, principalmente por essa perspectiva de (re)descobrir o mundo com os personagens. Eu adorei o trailer, mas quero ler o livro primeiro. Amei sua resenha e as fotos ♥
    Beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
  2. Acabei de agendar um post no meu blog sobre esse livro, acredita? Mas só vai ser publicado sexta-feira... Mas enfim, eu gostei bastante da leitura. Só que eu imaginei o final desde os primeiros capítulos, hahahahaha. Juro! Acertei até o motivo de tudo o que aconteceu. Quando eu cheguei no fim, nem me espantei.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  3. Oiii Ana tudo bem?
    Que livro maravilhoso menina que mais tenho vontade de ler, tudo e todas as coisas está fazendo muito sucesso e sei que seria uma ótima pedida para leitura, ótima resenha e lindas fotos.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    eu adoro essa edição, esse bloquinho de notas é um amor! Ansiosa para assistir o filme, mas lerei o livro primeiro, já que cê falou tão bem dele <3

    Beijos,
    Livros que Li

    ResponderExcluir
  5. Eu sou absolutamente apaixonada por esse livro, pela Maddie e pelo Olly... É uma história tão linda e ao mesmo tempo tão delicada! Não tenho nem palavras pra descrever! Eu necessito dessa edição (e queria o bloquinho também rsrs). Amei sua resenha! Beijão

    ResponderExcluir
  6. Eu também tenho a edição da novo conceito mas não li ainda e nem sei ainda se quero ler kkk o filme deu vontade mas sei lá a vontade morreu kkk.

    ResponderExcluir
  7. Oi tudo bem?
    Eu amo/ venero esse livro tenho ele ainda na primeira edição que também sou apaixonada mas sou louca para ter essa edição também. Quero muito ver logo a Maddie e Olly em filme que ainda não tive oportunidade de assistir.

    Beijos

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©