26.10.17

Resenha | Confesse

26.10.17
Recebido em parceria com a Galera Record


Eu e Colleen Hoover somos inseparáveis. 

Reler seus livros já são rotina pra mim. Li Confess em ebook ano passado, e ai a Galera Record confirmou o lançamento dele em português e apesar de eu não ter curtido tanto a foto que escolheram pra capa (a auburn é ruiva de olhos verdes, gente!) eu PRECISAVA ter esse livro. 

Confesse é um young adult, e traz a história de Auburn Mason Reed. Aos 15 anos, ela perdeu o amor de sua vida,  Adam,  para um câncer. Muitas coisas mudaram depois disso, e agora, alguns anos depois, ela tenta reconstruir sua vida. Longe de sua cidade natal, Auburn está no Texas focada em um objetivo somente. Mas a vida tem um plano diferente pra ela, e é nesse momento que Auburn entra num ateliê de arte em Dallas. Uma placa de Estamos Contratando, e o momento não poderia ser melhor já que ela necessita de um emprego.

"Acho que amor é uma palavra difícil de definir. É possível amar várias coisas numa pessoa sem anar a pessoa em si." - p. 69

Por que quem não aceitaria um emprego numa galeria de arte que paga 100 dólares a hora, com um cara super lindo contratando e num prédio que o primeiro letreiro visível tem a palavra Confesse? Fora as confissões entregues por inúmeras pessoas, bem ali na porta. 







"[...] Sei que todos nós temos uma capacidade incrível de fingir. Especialmente pra aqueles que são mais próximos de nós. " - p. 72

E então Auburn conhece Owen Mason Gentry. Sim, OMG. Sim, mesmo nome do meio.

Owen é um artista, muito enigmático, misterioso. E desperta a atenção de Auburn como há muito ninguém despertava. E ela decide escutar seu coração e tentar, mais uma vez na vida, a se apaixonar. 

Só que assim como Auburn, Owen também tem confissões a fazer, mas ele tem medo de que isso acabe com a primeira chance que nem conseguiu ter ainda.

"Às vezes, a gente não tem uma segunda chance. Às vezes, as coisas simplesmente acabam." - p. 183
Colleen Hoover e sua maneira única e sensacional de escrever personagens em situações que o leitor consegue se identificar. Problemáticas de pessoas normais, numa história fictícia. Owen pinta quadros de confissões de outras pessoas, que elas, voluntariamente, deixam na sua porta anonimamente. Simples assim. Ele consegue inspiração na própria vida, mas principalmente na dos desconhecidos que passam na porta da sua casa. Ele é um personagem doce, apesar de também ter passado por perdas significativas, como Auburn, e altruísta. Sério, que homem. 

"O problema de dançar é que, por mais que a dança tenha sido boa, é sempre bem constrangedor quando acaba." - p. 64



"[...] Esperar algo e ver com os próprios olhos são coisas bem distintas." - p. 222

Auburn é tão maravilhosa como personagem quanto. Uma mulher menina que está num momento de criar confiança em si, em se estabelecer pra conseguir ficar com quem ela tanto deseja. Imagina, você perder o seu primeiro namorado, aos 15 anos, onde tudo é tão intenso.

Pena que eu não posso dizer o mesmo de Trey e Lydia, irmão e mãe de Adam. Dois personagens criados para incitar raiva no leitor. Porém, necessários. Fazer o que? Também de personagem secundário temos Callahan Gentry, pai de Owen que tem suas próprias dificuldades e está num momento ruim há um certo tempo. 

"Às vezes, para salvar um relacionamento, é preciso sacrificá-lo primeiro." - p. 274



"Vou te amar para sempre. Mesmo quando eu não puder mais." - p. 16

 A narrativa é feita na primeira pessoa, intercalando Owen e Auburn. Uma escrita deliciosa, tensa, intensa, triste e feliz. Hoover consegue te fazer sentir tudo e nada. Você cria uma conexão com os personagens e torce até a última página. 

Colleen Hoover, eu te amo.

Leiam Confesse e também assistam ao seriado de 6 episódios lançado esse ano. Tá lindo, escolheram muito bem o ator pro Owen. Um beijo. 


"É impressionante que só percebemos como estamos sozinhos e assustados quando aparece alguém ao nosso lado para dar apoio." - p. 277




10 comentários:

  1. Eu quero tanto ler esse livro *_*
    E a tua resenha só serviu para me deixar com mais vontade rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Poxa como é bom ler uma resenha empolgante dessas, eu nunca fui muito chegada nos livros da Collen, mas senti-me totalmente obrigada a conhecer Owen, parece ser ser um personagem que vai abalar meu coração e fazer com que eu me apaixone, fiquei com dó que o amor dela tenha ido embora e ela sofre, mas quem owen faça a diferença, quero saber o final dessa trama.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ana! Adoro seu blog, principalmente suas fotos!
    Há algum tempo estou namorando esse título, porém gosto de ir contra a maré, mesmo muito fã da autora me incomoda ler o que todo mundo está lendo. Sua resenha me deixou ainda mais curiosa para conferir a história e confesso surtei ao saber da existência de um seriado!!!

    Obrigada pela dica, beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não li esse livro, mas ele está aqui para eu ler, por isso li sua resenha meio por cima. Mas lendo seus comentários fiquei bem animada, porque deu para perceber que esse livro também está incrível como os outros da autora. Enfim, estou bem animada para ler essa obra, creio que vou me apaixonar também.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  5. Olá tudo bem??
    Confesso que ainda não li nada dessa autora, e ver que você gosta tanto dos livros dela, até me animou para ler, então vou colocar esse na listinha de desejados e ver se consigo ler, adorei sua resenha!!
    Beijus

    ResponderExcluir
  6. Acredita que eu tenho livros da autora mas nunca li? Eu acho que logo terei que reverter isso, pois só escuto elogios e mais elogios dos livros dela. Sua resenha está linda, intensa, deu para transmitir o que você sentiu ao fazer a leitura, e suas fotos estão linda mesmo, parabéns.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Ana,li apenas um livro da CoHo e fiquei apaixonada pela escrita dela. Pretendo ler outros livros, este inclusive.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  8. Olá Ana!
    Ahh eu amo a CoHo e tudo o que ela escreve ❤️
    Eu amei essa história, também tinha lido em e-book e depois do lançamento aqui no Brasil eu comprei o livro hahaha
    Acho que capacidade da autora que criar personagens reais e inesquecíveis, sensacional!
    Amei Owen e achei a parte das confissões muito boa e forte!
    Beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
  9. Oii, tudo bem?
    A Colleen realmente é maravilhosa, eu ainda não li todos os livros dela que já foram lançando aqui, mas os que li foram suficientes para me apaixonar. Eu vi muitas pessoas falando bem desse livro e já estou preparando meu coração para quando eu o ler, pois tenho certeza de que vem muito drama por ai.

    ResponderExcluir
  10. Todo mundo fala tão bem dos livros dessa mulher que eu queria ler, mas nenhum ainda me interessou :/

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©