15.11.17

Resenha | À Primeira vista

15.11.17

No meio da semana do orgulho gay em São Francisco, os caminhos de Mark e Kate se cruzam. Eles dois são da mesma turma de cálculo da escola, mas nenhum contato além desse. Mark é apaixonado pelo melhor amigo e não sabe se ele o corresponde. Kate está fugindo da garota que ela gosta a distância. Quando ela vê Mark, dançando em cima de um balcão participando de um concurso de dança nada comum.

E é amizade a primeira vista. Kate decide que os dois vão ser amigos e é assim que eles descobrem uma verdadeira amizade em alguém inesperado.


 

O livro é narrado em primeira pessoa intercalando Kate e Mark, dessa forma é mais fácil saber as angustias que cada um passa em suas vidas. Os autores tiveram leveza na escrita, mas tive um sério problema com o ritmo da história. Demorei muito pra ler um livro tão curto, algo faltava pra mim. Levithan e LaCour criaram uma história que facilmente poderia acontecer, mas mesmo assim existia um elemento irreal ali nos diálogos e determinadas cenas.

Os autores enganam o leitor em alguns momentos, e mostram os personagens se desafiando a sair de dentro das suas caixas. Enfrentando o mundo é que eles conhecem quem eles são. Uma história simples, mas que não me agradou no todo da obra. 

Uma história que foca na amizade, em problemáticas envolvendo sexualidade e autoconhecimento. Foi uma história morna que não me despertou grandes emoções, nem me cativou pelos personagens. Não foi a melhor leitura que já fiz, mas não é um livro ruim. Só não funcionou tanto comigo.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©