21.1.18

Resenha | O Príncipe Corvo + O Príncipe Leopardo

21.1.18


Anna Wren é viúva e mora com sua sogra – a quem considera como mãe – a situação financeira das duas é lastimável, o que faz Anna fugir dos costumes da época, procurando um emprego. E ela encontra um de secretária do Conde Edward de Raaf, fazendo a reescrita dos manuscritos, todas as outras acabaram fugindo dada a personalidade do Conde, mas mesmo assim, Anna aceita o emprego (desespero). Mexendo nos arquivos do Conde para fazer seu trabalho - já que a parte do mau humor ela tira de letra – ela encontra indícios de que Edward frequentava uma espécie de bordel de luxo, o Grotto de Aphrodite, e isso a faz questionar porque uma viúva como ela deve ser recatada pelo resto da vida. E é nesse mesmo bordel que ela vai parar, com um plano que pode ou não dar certo. 


A narrativa é feita na terceira pessoa e conta com cenas que vão do engraçado ao sensual. Os personagens fogem dos padrões que romances de época costumam ter, o nosso protagonista masculino por exemplo, tem marcas físicas e psicológicas de um passado triste e cercado por doenças. E Anna é uma viúva numa idade bem precoce. Apesar disso, não foi uma leitura que me prendeu, na verdade, demorei muito pra conseguir concluir. Não consegui realmente me sentir cativada pelos personagens. Mas minha opinião difere de muitos que amaram a leitura.







O príncipe leopardo faz parte de uma série de livros independentes da autora Elizabeth Hoyt. 


No livro temos a Lady Georgina, uma mulher independente, com suas próprias terras e que não tem como sua prioridade casar-se, é rica devido a uma herança que a tia deixou. Para administrar suas terras contratou Harry Pie, um homem compromissado que trabalhou duro para chegar ali.  Desde o início do livro vemos que há uma atração entre os dois, mas a diferença de classe os impede de ficarem juntos. Além disso, estão envenenando ovelhas na região onde vivem e o principal suspeito é Harry, devido a desavenças entre ele e .... dono das terras onde as ovelhas estão morrendo. Em meio a essa confusão Lady Georgina defende Harry e se propõe a procurar pistas para descobrir quem está matando as ovelhas, quanto mais eles se aproximam maior é a atração que há entre os dois. E quem dá o primeiro passo é sim Lady Geogirna. 


Enfim eles ficam juntos e isso traz de volta à casa TODOS os irmãos dela. Um ponto bom da história é que mesmo sendo de época, Georgina se impõe. Ela ouve as opiniões de seus irmãos, mas mesmo assim ela é quem decide. Não há discussão sobre matar Harry por “tirar a inocência dela”. Ela tenta levar em conta todos sentimentos e opiniões, inclusive de Harry, que não quer que as pessoas pensem que ele está se aproveitando dela, para ganhar seu dinheiro.









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Muito obrigada pela visita e volte sempre <3

Bela Psicose - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©